terça-feira, abril 24, 2012


O tal do amor...

3





Amor é coisa de gente grande, já diziam os sábios e a gente ouve, acredita, mas não prática, porque mesmo não sendo gente grande ainda gostamos de brincar de ser. Amor deixa de ser coisa de gente grande e passa a ser coisa de gente. E ponto final.

Afinal, se amor não escolhe cor ou classe social, por que iria escolher idade?

Até porque seria pedir demais que não sentíssemos nada quando alguém pegasse um violão pra cantar, mesmo que desafinando um pouco, nossa música favorita, que não ficássemos vermelhos quando nossos olhos encontrassem o de outro alguém, seria pedir demais que não nos apaixonassemos pelo jeito de olhar, pela suavidade do abraço ou pelo sorriso que ganhamos toda vez que dizemos algo engraçado. Pedir que isso não nos abale, que isso não chegue no nosso coração é pedir demais, é pedir o impossível.

Acontece o tempo todo e acontece com todo mundo, encontramos pessoas que nos tocam e há pessoas que são tocadas por nós também, não dá pra esperar virar gente grande pra isso acontecer.

Além disso, quando é que se vira gente grande? Quando se consegue a maturidade? Quando votamos no presidente? Quando finalmente saímos da casa dos nossos pais? Ou quanto tiramos carteira de motorista? Talvez seja quando se ama, por isso amor é coisa de gente grande, porque pra amar alguém, de verdade, precisa ser mais que gente, precisa ser grande.


3 comentários:

Mad Alice disse...

oii adorei seu blog seguindo segue o meu ai beijao
comentem e sigam que sigo de volta =*
http://maddalice.blogspot.com.br/

JP Josué Rocha disse...

Ow gostei muito das postagens... Bem criativas... parabéns..
Nova post lá no blog, passa lá.
http://jpbigblog.blogspot.com.br/

Uiran Porcincula disse...

Olha a minha vida AMOROSA começou com uma garota no interior. Foi minha primeira namoradinha, eu tinha 12 anos. Com ela foi o primeiro beijo. Hoje eu acredito que amei muito cedo. Mas amor não tem idade mesmo viu... Para os adultos não é absolutamente NADA. Nessa época minha familia teve que se mudar para bem longe, e como eu iria dizer isso a ela? Ela chorou muito, foi a primeira vez que ví uma garota chorando por amor, e ainda por cima por mim. Pra mim aquilo era amor...Muito ingênuo, mas era amor.

Se puder dá uma passada no meu blog:

www.meudentedeleite.blogspot.com

OBRIGADO!!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...