quarta-feira, janeiro 11, 2012


Tempo, tempo, tempo...

3




Difícil saber quando é hora de partir. Não, difícil é aceitar que essa hora já passou há muito tempo.

A vida me chamou pra sair e eu atrasei, depois ela me ligou com voz de choro dizendo que eu brinquei com fogo e que oportunidades a gente não joga fora assim, enxugou as lágrimas do outro lado do telefone e declarou que não sabia quando ia voltar.

A verdade é que eu não queria ir. Me bateu uma depressão, aquela que bate quando a gente tem medo de largar tudo pra trás e começar de novo, quando se tem que esquecer pessoas, deletar sentimentos e aquietar o coração. A gente pensa  depois desiste, só porque o futuro é imprevisível demais para se tentar passar por ele. Mas o futuro chega para qualquer um, não importa o que a gente faça, o passado sempre passa e o presente tá ai pra dizer que não importa o que aconteça amanhã o sol vai nascer.

3 comentários:

' Cris. disse...

As vezes a gente se prende tanto ao passado que acaba esquecendo do futuro.
http://semrel.blogspot.com/

Fernanda M. disse...

Só o tempo mesmo viu? É doloroso saber q paramos no tempo, insistimos em algo que não era pra ser. Mas é assim mesmo, a vida tem dessas coisas...
Textinho bem emotivo, lindo!

http://caotizando.blogspot.com/

Nathalia Nicolosi disse...

Olá lindinha! Encontrei seu blog em uma comunidade do orkut. Tudo muito fofo por aqui. Gostei do que vi e estou te seguindo. Sobre a postagem, o tempo é o senhor da razão. E é exatamente como você disse. Só temos a certeza de que amanhã o sol irá nascer. Um beijo!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...